Fugindo do platô

Se tem uma coisa que me dá mais que tubarão (tenho medo até de foto e não vejo nenhum filme que tenha fundo do mar), é encontrar o tal platô, aquele estágio em que a gente fica patinando. Uma semana emagrece, na outra engora e isso pode se repetir por meses. Como faltam 3,200 kg para chegar na meta, sinto que o platô está por perto. Para evitar o encontro, na semana passada mudei as caminhadas, saindo da esteira e caminhando mais tempo na rua. Meu joelho não gostou muito dos buracos e desníveis, mas vou intercalar a esteira com a rua. O que me deixa mais tranquila é que verifiquei meu boletim e vi que nas últimas três semanas eu emagreci. Foi pouco, o que é normal para esse estágio em que meu corpo e o espelho dizem todo dia “pra que emagrecer mais 3 quilos?”, mas qualquer 100g a menos é lucro. Meu objetivo é chegar na meta até final de dezembro e começar 2012 em manutenção.

Anúncios

3 pensamentos sobre “Fugindo do platô

  1. Eu estou em panico com o platô, ja faz algumas semanas que não consigo dar um daqueles meus pulos no peso, e o pior todo o mundo me dizendo que estou muito bem assim, e que se emagreço mais vou ficar velho, e ali a dúvida, magro ou velho, eis a questão.

    • Daniel, pulos de peso acho que a gente não dá mais, só uns passinhos. Quanto a envelhecer, se a gente está acima do peso parece mais velho, só que magreza demais enruga, ou seja, os dois lados não são bons. Uma coisa que eu queria fazer era direcionar os 3 quilos para saírem de certos lugares, mas não tem como, só com lipo. Beijo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s