Ritmo lento, mas no caminho certo

Ontem fechou uma semana de pessoa bem comportada e fui encarar a balança. Melhorei a postura e ela me deu 2 cm a mais, o que achei lindo. Mas só apresentou 400 gramas a menos, o que não achei muito bonito. Esperava 1 quilo a menos, mas tudo bem, o importante é ter diminuído. Pensando que agora a proposta é diferente: comer menos e melhor, mas sem contar pontos e sem stress, foi um bom resultado. Na semana passada andei pouco de bicicleta, só meus passeios diários até o super, que fica a 5 ou 6 quadras de casa e fiz meu querido pilates. Mas nessa semana comecei a mil, andando de bike pelo parque. Só não fui hoje de manhã porque estava chovendo. Mas agora abriu um sol e se continuar seco no final da tarde dou minha volta no parque.

bike

Resolvi não contar pontos para não correr o risco de enjoar e parar de contar, como já aconteceu várias vezes. Comer melhor e em menos quantidade é a ordem. De tudo um pouco e com muito tererê, assim eu vou.

Anúncios

Vai dormir, gordinha!

O assunto da última reunião de Vigilantes foi o que podemos fazer para não sucumbir à fome emocional, mais conhecida como a gordinha que mora dentro de mim. Aliás, na semana passada ela abriu a guarda para mil folhas (as melhores do mundo ficam a poucas quadras da minha casa), um coquetel com espumantes e salgadinhos (poxa, era Dia da Mulher, né?!) e à minha galeteria preferida. Tudo isso aconteceu de quarta à domingo e me trouxe um quilo a mais, mesmo caminhando direitinho. Na hora do paredão da balança não me preocupei muito, mas foi só sair da reunião para colocar a domesticação da gordinha interior (já disse que não existe ex-gordo, mas sim gordo emagrecido?) em prática.

Dizem minhas colegas do grupo que a fome emocional é como a fissura para o drogado: tem que se distrair por 30 minutos que passa. Então meu tema de casa para essa semana é controlar a gordinha por 30 minutos. No sábado e domingo, que são os piores dias, comi churrasco e pizza e bebi espumante, mas gastei só 10 pontos extras, bem menos do que consumia no final de semana. Dessa vez comi de tudo um pouco, bem controlado, e a gordinha não se manifestou. Ontem à noite ela pediu dois quadradinhos de chocolate, mas começou o Big Brother e o bicho se aquietou.

Agora mesmo a gordinha tá chamando, mas vou publicar este post que ela vai embora.

Novidades do reino das alfaces

Andei um pouco sumida, mas sigo firme no eu processo de emagrecimento. Estou com 10 quilos e 400 gramas a menos e continuo caminhando. Andei patinando nas últimas semanas e como emagreci meio quilo na úlima pesagem, para seguir nesse ritmo sai em busca de novidades alimentícias. Olhem só os belisquetes de poucos pontos que encontrei:

Granola crocante salgada

Ando meio enjoada de barra de cereal e já notei que no meio da manhã tenho vontade de comer algo salgado, mas não achava nada além daquela bolachinha Equilibrium. Na saída da última reunião fui a uma lojinha de produtos integrais e encontrei granola crocante salgada sabor tomate com manjericão de 1 ponto. O negócio é ótemo, parece até salgadinho. E o melhor: saciou minha fome entre café da manhã e almoço. Encontrei a caixinha com 3 barras no Zaffari da Anita Garibaldi (no da Ipiranga não encontrei) por pouco mais de 3 reais. Ah, tem sabor peito de peru com requeijão, mas não achei tão boa quanto a de tomate.

Mumuzinho

Amo doce de leite, mas não posso comprar o pote, mesmo que seja light, porque a cada passada pela cozinha pego uma colher do doce. Como diz a Ana, minha orientadora de VP, não leve o demônio para dentro de casa. E não é que encontrei o demônio em doses homeopáticas de 1 ponto! Ele é o Mumuzinho, o famoso saquinho de Mu-mu que devorava quando era criança. E o melhor: no saco não vem muitos saquinhos, acho que uns 6 ou 7 (não é como na foto, lotado de mumuzinhos). Só tem no Nacional e deve ter no BIG. No Zaffari não tem.

Biscoito integral salgado

Seguindo minha busca por coisas salgadas encontrei esse biscoito integral sabor cream cheese e cebolinha. A marca é do Walmart e encontrei no Nacional. Custa uns 2 reais o pacotinho e cada 9 biscoitos (são pequenos) tem 3 pontos. A pontuação é meio alta, mas é uma boa opção para variar o cardápio de belisquetes. Ontem peguei 3 bolachinhas para provar e fechei o pacote. É bem bom, tem gosto de salgadinho, mas tem fibra, o que já é um bom negócio.

Achocolatado Gold

Usava o achocolatado Gold quando fiz minha primeira dieta séria, com nutricionista (long, long time a go) e nunca mais me lembrei dele. Outro dia a @manugripol me falou pelo Twitter que uma colher de sopa de Gold tinha 15 calorias. No meu sábado de compras encontrei o caro (no sentido $ da palavra) Gold e não me arrependo, o achocolatado é muito bom! Além disso, uma colher de sopa é mais que suficiente. Ele é mais forte, menos doce e menos calórico que o Nescau Light. Como eu andava meio enjoada de iogurte light no café da manhã, achei ótema a substituição. Tem no Nacional e no Zaffari.

Flocos de arroz

Essa dica do floco de arroz aprendi com a última nutricionista que fui. A marca é Beija-Flor, o pacote com 10 tabletes custa uns 2 reais e no Zaffari ele fica escondido na preteleira de baixo, deixando o calórico e caro tablete japonês bem na frente dos nossos olhos. Mas a melhor notícia é que 2 tabletes de flocos de arroz somam só 1 ponto. Sem contar que é superdoce.

 

 

Cereal Crunch

Eu amo cereal em saquinho pequeno. Andei uma fase Leite Moça, mas no Nacional (no Zaffari não tem) encontrei o saquinho do Crunch. É muito bom, tem gostinho de chocolate mesmo e dois pontos bem honestos. Bom para lanchinho da tarde e para curar abstinência de chocolate.

É tudo mentira!

Venho acompanhando a dieta da Paula, ex-BBB, que já emagreceu 9 quilos com a dieta do Dr. Guilherme Ribeiro, que escreveu o livro Dieta Nota 10. A proposta dele também é contar pontos, bem parecido com os Vigilantes, porém é muito mais complicado de contar e gravar quantos pontos tem cada alimento porque são números “quebrados”, como 125, 200, 35, etc. Eu já li o livro dele, que ganhei de uma amiga, e é bem interessante.

Ele é o médico por trás do Ego na Balança, o blog do Ego que narra o emagrecimento da Paula. No blog tem várias dicas, mas o texto sobre as mentiras sobre dietas, espalhadas por aí através de revistas e sites de beleza, é o melhor de tudo. Abaixo estão elas:

Tomar água morna com limão emagrece.

Não, não emagrece. O máximo que as enzimas do limão podem fazer é ajudar a desintoxicar seu organismo; ou seja, eliminar toxinas.

Não como nada com sal, porque sal engorda.

Não: o sal incha – se você tiver problema de retenção de líquidos, e quando ingeridos em excesso. Se você tem problema de retenção de líquido, ao subir na balança isso vai aparecer: 500 ml de água retida equivalem a 500g de peso a mais. Imagina se você costuma reter 1 ou 2 litros?

Abacaxi derrete gordura

Não. Aliás, essa expressão “derreter gordura” é uma expressão usada a torto e a direito por revistas, sites, programas de televisão, como se alguns alimentos fossem capazes de, de fato ‘derreter a gordura’. Que fique bem claro: a gordura só é eliminada quando existe um aumento no seu gasto calórico, que faz com que seu corpo precise usar a energia armazenada ali. O abacaxi é rico em água e age como diurético, evitando a retenção de líquidos. Também é rico em fibras e por isso auxilia no processo digestivo. Nada mais do que isso. Na Dieta Nota 10, comer 1 fatia de abacaxi depois de ter jantado uma pizza calabresa só vai servir para acrescentar 25 notas…

Fazer jejum queima gordura

Não, só queima a sua possibilidade de emagrecer de forma saudável. Seu corpo vai começar a economizar energia e, assim que você ingerir alguma coisa, ele vai sugar tudo o que for possível dessa “coisa”.

Mastigar e engolir rápido engorda porque o espaço no estômago se torna maior para receber alimento

Não existe qualquer relação nisso. Mastigar devagar sempre é melhor porque assim você saboreia mais o alimento, a sua digestão fica mais fácil e você passa longe de situações como refluxo, azia, soluços etc. Mas a velocidade com que você come não tem relação nenhuma com o espaço no estômago.

Tomar água gelada em jejum emagrece

Não. Quando bebemos algo gelado, com cerca de 7 graus, o corpo é obrigado a aquecê-lo antes de poder absorver. Ele faz isso usando a gordura. Porém, o gasto calórico da ingestão de líquidos gelados , a qualquer hora do dia, é considerado desprezível porque não influencia muito no gasto energético total da pessoa no fim do dia.

Gelatina para estocar colágeno?

Nem que você coma quilos de gelatina. A quantidade de colágeno existente na gelatina não é significativa, e o fato de a proteína não ser hidrolisada compromete a absorção do colágeno pelo corpo.

Comer carboidrato à noite engorda

É fundamental comer alimentos com carboidratos em todas as refeições. Para que a alimentação esteja balanceada, ela precisa seguir uma boa distribuição de carboidratos, proteínas e gordura. Por isso, o carboidrato deve ser consumido também à noite – salvo se você tiver algum problema maior como refluxo e outras questões clínicas.

Abacate engorda

Não, se você comer na quantidade certa. O abacate é realmente uma das frutas mais calóricas, mas se consumida em quantidade adequada não causa ganho de peso. Além disso, a gordura presente no abacate é a gordura saudável, que ajuda a reduzir o colesterol ruim.

Beber líquido durante as refeições dá barriga

Beber líquido durante as refeições não dá barriga. Ele pode contribuir para estufar momentaneamente seu estômago, mas assim que você fizer a digestão, tudo volta ao normal.

É possível emagrecer comendo tudo o que se deseja

Sim, desde que na quantidade certa. Você não precisa cortar as delicias do cardápio. Precisa apenas reduzir a quantidade, ficando dentro do necessário para o seu biotipo e atividade diária.

A dieta da sopa emagrece

Depende da sopa. Existem sopas mais calóricas, outras menos. Um concha de creme de ervilhas tem mais notas que 4 colheres cheias de purê de abóbora, por exemplo. Lembre-se de uma coisa importante: as fibras dos alimentos são muito saudáveis e ajudam a aumentar a sensação de saciedade no estômago. Um prato de legumes cozidos tem a mesma quantidade de notas de um creme feito com esses legumes. Porém, muito provavelmente , os legumes cozidos irão saciar sua fome de forma mais efetiva.

Dieta líquida emagrece.

Tem gente que acha que sim, mas na verdade o efeito é ilusório. Se a dieta líquida se resume a comer batido no liquidificador coisas que você poderia perfeitamente comer em seu estado sólido, como feijão, por exemplo, qual seria o propósito? Ou só tomar sopa de couve, ao invés de comer uma couve refogada? O ser humano foi feito para mastigar, lembre-se disso. Ficar só nos líquidos vai fazer com que você sinta falta de comer coisas sólidas, e a dieta não vai durar. Alem disso, a dieta líquida geralmente é pobre em fibras, que são essenciais para uma boa digestão. Outra versão dessa dieta, igualmente sem sentido, é a dieta da papinha de bebê. Só que essa é ainda pior porque o gosto é de matar.

Resumindo, o médico diz que não existem alimentos que queimam calorias, derretem gorduras, chapam barriga e endurecem o bumbum.

Essas dicas servem para responder para aquela pessoa que diz “Pra que ir a um encontro todo sábado e contar pontos de tudo que come? É só fazer a dieta x que emagrece rapidinho”. Só tenho uma coisa a dizer: tem muita gente ignorante nesse mundo.

A primeira patinada da dieta

Da última vez que fiz Vigilantes do Peso, de abril a outubro dei umas patinadas, o que significa que até emagrecer 10 quilos eu engordei ou me mantive no peso umas 4 vezes. Pois é, dei a primeira patinada na última semana e engordei 400 gramas. Pode não parecer muito, mas é sim. Na hora da “pesagem” não gostei nem um pouco, mas depois me dei conta do que fiz de errado, o que dá um certo alívio e ao mesmo tempo um puxão de orelha. Bom, vamos aos erros da semana:

– Sushi: se engana quem pensa que sushi é light. Fui a um almoço de aniversário de uma amiga em um restaurante japonês e sem sentir comi 10 pontos. O trocinho é pequeno, mas tem um ponto cada. Comi primeiro 4 peças = 4 pontos. Fiquei com fome. Comi mas 4 peças = 4 pontos. Colocaram muuuuitos bolinhos e outros negocinhos fritos espalhados na mesa. Comi um deles e mais um ganache minúsculo. Total da brincadeira = 10 pontos. Para quem come 20 pontos por dia foi bem complicado porque uma hora e meia depois estava louca de fome. Tem ainda o fator psicológico de ficar contando os pontos dos pratos das amigas. Contar os pontos alheios é um misto de conscientização (nossa, ela comeu 30 pontos no almoço!) com inveja (queria poder comer tudo isso…).

– Comida chinesa: comi yaksoba tratando-o como massa normal. Uma xícara tem 8 pontos. Nunca mais como yaksoba. Está na minha lista negra junto com Big Mac, salsichão e queijo ralado.

Mas as 400g não foram somente por causa do sushi e do yaksoba. Como estou na faixa dos 20 pontos e a semana estava muito frio, não comi quase frutas e saladas, substitui almoço por lanches, enfim, foi uma semana bem ruim. A sorte é que acabou na sexta e desde sábado estou tentando entrar mais na linha e não cair em armadilhas. Sábado comi 2 pontos flex e no domingo consegui cumprir os 20. Hoje vou almoçar uma salada de atum e para a tarde trouxe banana com creamy light. Que a santa protetora dos gordinhos (será que existe?) me acompanhe.