Novidades do reino das alfaces

Andei um pouco sumida, mas sigo firme no eu processo de emagrecimento. Estou com 10 quilos e 400 gramas a menos e continuo caminhando. Andei patinando nas últimas semanas e como emagreci meio quilo na úlima pesagem, para seguir nesse ritmo sai em busca de novidades alimentícias. Olhem só os belisquetes de poucos pontos que encontrei:

Granola crocante salgada

Ando meio enjoada de barra de cereal e já notei que no meio da manhã tenho vontade de comer algo salgado, mas não achava nada além daquela bolachinha Equilibrium. Na saída da última reunião fui a uma lojinha de produtos integrais e encontrei granola crocante salgada sabor tomate com manjericão de 1 ponto. O negócio é ótemo, parece até salgadinho. E o melhor: saciou minha fome entre café da manhã e almoço. Encontrei a caixinha com 3 barras no Zaffari da Anita Garibaldi (no da Ipiranga não encontrei) por pouco mais de 3 reais. Ah, tem sabor peito de peru com requeijão, mas não achei tão boa quanto a de tomate.

Mumuzinho

Amo doce de leite, mas não posso comprar o pote, mesmo que seja light, porque a cada passada pela cozinha pego uma colher do doce. Como diz a Ana, minha orientadora de VP, não leve o demônio para dentro de casa. E não é que encontrei o demônio em doses homeopáticas de 1 ponto! Ele é o Mumuzinho, o famoso saquinho de Mu-mu que devorava quando era criança. E o melhor: no saco não vem muitos saquinhos, acho que uns 6 ou 7 (não é como na foto, lotado de mumuzinhos). Só tem no Nacional e deve ter no BIG. No Zaffari não tem.

Biscoito integral salgado

Seguindo minha busca por coisas salgadas encontrei esse biscoito integral sabor cream cheese e cebolinha. A marca é do Walmart e encontrei no Nacional. Custa uns 2 reais o pacotinho e cada 9 biscoitos (são pequenos) tem 3 pontos. A pontuação é meio alta, mas é uma boa opção para variar o cardápio de belisquetes. Ontem peguei 3 bolachinhas para provar e fechei o pacote. É bem bom, tem gosto de salgadinho, mas tem fibra, o que já é um bom negócio.

Achocolatado Gold

Usava o achocolatado Gold quando fiz minha primeira dieta séria, com nutricionista (long, long time a go) e nunca mais me lembrei dele. Outro dia a @manugripol me falou pelo Twitter que uma colher de sopa de Gold tinha 15 calorias. No meu sábado de compras encontrei o caro (no sentido $ da palavra) Gold e não me arrependo, o achocolatado é muito bom! Além disso, uma colher de sopa é mais que suficiente. Ele é mais forte, menos doce e menos calórico que o Nescau Light. Como eu andava meio enjoada de iogurte light no café da manhã, achei ótema a substituição. Tem no Nacional e no Zaffari.

Flocos de arroz

Essa dica do floco de arroz aprendi com a última nutricionista que fui. A marca é Beija-Flor, o pacote com 10 tabletes custa uns 2 reais e no Zaffari ele fica escondido na preteleira de baixo, deixando o calórico e caro tablete japonês bem na frente dos nossos olhos. Mas a melhor notícia é que 2 tabletes de flocos de arroz somam só 1 ponto. Sem contar que é superdoce.

 

 

Cereal Crunch

Eu amo cereal em saquinho pequeno. Andei uma fase Leite Moça, mas no Nacional (no Zaffari não tem) encontrei o saquinho do Crunch. É muito bom, tem gostinho de chocolate mesmo e dois pontos bem honestos. Bom para lanchinho da tarde e para curar abstinência de chocolate.

Anúncios

Mais uma dica de chocolate

Sou a pessoa em processo de emagrecimento que mais frequenta a Cacau Show. Já meio enjoada do chocolate zero branco, procurei outra opção e encontrei o TABLETE AO LEITE ZERO adição de açúcar. A barrinha tem 50g e no total são 4 pontos (tem 2,3g de fibras). Mas dá tranquilo para comer uma metade e depois a outra. O sabor é muito bom, parece daquele chocolate suiço, o Lindt. Não encontrei a foto no site da Cacau Show, então tirei uma foto da embalagem, que não ficou boa porque é de celular. O preço de 5 reais é salgadinho para o tamanho da barra, mas vale a pena.

 

Chocolate rico em fibras

O grande problema do chocolate não é o valor calórico, mas sim a grande quantidade de gordura e zero ou quase nada de fibra. Há alguns dias encontrei na Cacau Show um chocolate zero com 3,6 gramas de fibras. A barrinha de 20g tem dois pontos e custa R$ 1,70. O bom é que a gente come o pacotinho e chega, não tem aquele problema do pacote grande, que de quadradinho em quadradinho a gente come mais pontos do que deve.

Nessa semana abriu um quiosque da Cacau Show perto do trabalho, então aproveitei e para tirar essa foto. Ah, já comprei um para mim e outro para minha irmã, chefa e colega de Vigilantes.

Ah, o frio

Não gosto de frio extremo. Fico naturalmente mal humorada. Sem poder atacar uma barra de chocolate debaixo do cobertor, o humor piora ainda. A sorte é que os quilinhos a menos (7.300 kg) deixam a gente usar várias roupas e meias-calças. Ando pensando até em colocar uma touca, apesar de ficar com cara de trombadinha (cabelo curto é ruim nessas horas).

Outro problema do frio é que surgem mais convites para grandes comilanças. Sigo na minha estratégia anti-social: só aceito convites que tem comida ou bebida até quarta, já que a “pesagem” é no sábado. Festas juninas nem pensar, passei batido por todas. Tenho até medo de saber quantos pontos tem o quentão, que adoro. Imagina só: vinho, cachaça e açúcar tudo junto e abraçado? Um terror.

Frio também lembra cinema, o que é um risco porque a pipoca sabor manteiga tem muitos pontos. Como assistir a um filme sem vontade de comer pipoca com aquele povo comendo 20 pontos ao seu lado e fazendo barulho? Minha tática é ir na sessão das 14h porque o povo acabou de almoçar e não come pipoca. Outro dia fui assistir “Qualquer gato vira-lata” e nem me lembrei que pipoca existia.

Mas a estação fria tem uma coisa de bom: bergamota. Adoro o cheiro, o gosto e o entretenimento de descascar e comer gomo a gomo. Mas todo o resto pode ir embora já.

O outro lado do Kit Kat

A notícia da semana foi o relançamento do Kit Kat. No sábado passado o povo caçava o chocolate pelos supermercados de Porto Alegre como se fosse um pote de ouro. Teve gente que quando encontrou fez até estoque. Alguns meses atrás (antes da dieta, é claro) eu comia Kit Kat trazido de Rivera com piña colada (outra bebida fora do cardápio) por uma amiga chique. Era uma delícia, mas se me dessem um Crunch ficaria feliz do mesmo jeito. Enfim, não tenho grandes amores pelo Kit Kat (já pela piña colada não posso dizer o mesmo) e agora muito menos porque descobri que a barra de 48g tem 5 pontos. Só de gordura são 12g, o que é um absurdo. Reflitam.

Para comer com os olhos

Como toda gordinha (em estágio de emagrecimento, é bom frisar) adoro tudo que tem cara de doce. Outro dia encontrei na mesa de uma colega de trabalho um bloquinho que parecia uma torta de bolachinha. Peguei e cheirei (é instinto, não adianta) e ele ainda tinha aroma de baunilha.

Hoje encontrei no portal da Usefashion um tênis Nike feito de cookies! O estúdio Diversitile fez uma textura muito realista do cookie, o cadarço é branco para lembrar leite e a caixinha, que lembra caixa de biscoitos, cheira a cookies recém-assados. Quer um tênis assim? Simples, é só pagar 500 dólares e depois ficar pensando em comer cookies sempre que usar o tênis.

Seguindo a série “Boicotadores de Dieta”, uma cervejaria portuguesa chamada Sagres fez uma cerveja preta com sabor de chocolate. Até aí tudo tudo bem, o problema foi o site de chocolate que eles produziram.


Quer sofrer? Então acessa o site: http://www.sagres.pt/sagrespretachocolate e clica em “baking of”, que mostra como o site foi feito. Eu não vi o vídeo porque só o site me deixou nervosa.

Para finalizar, temos sabonetinhos que são réplicas perfeitas de cupcakes e brigadeiros do Ateliê Santa Clara.

Pronto, agora chega de doces. No próximo post prometo uma dica light.

Etapa das 12 semanas cumprida e 6.4 kg eliminados


Na semana passada tive um foco: não podia estacionar ou engordar porque no sábado completaria 12 semanas de Vigilantes e tinha que dar o exemplo. Assim, no Dia dos Namorados fiz uma torta de bolachinha e comi só uma minifatia e na sexta recusei um churrasco engordativo. Mas foram só estas as privações porque comi uma rapadura de leite (3 lindos e proveitosos pontos) e tomei uns bons drinks, tudo computado nos pontos flex. Conclusão: emagreci 800g e assim pude dar o tal exemplo de pessoa comprometida com a dieta. Ganhei um chaveiro do Vigilantes (que já está com a chave de casa) e falei para meus colegas sobre o engorde da semana passada, do foco para não fazer feio e do blog, que alguns já estavam lendo e se divertindo.

O que aprendi nessas 12 semanas:

– Fazer parte do Vigilantes do Peso é uma verdadeira terapia pra mim. Além dos temas da semana, adoro a turma de sábado, a gente sempre aprende coisas novas e dá risada falando (falando de comida, é claro!). O grupo é muito importante e uma vez larguei o programa porque não gostava da turma, não me sentia à vontade.

– A gente se mexe, caminha, senta, levanta, muito melhor com alguns quilos a menos. Se eu, que só estava com sobrepeso sinto isso, imagina que é obeso. A diferença deve ser grande.

– As bochechas somem e os óculos ficam grandes. Tenho um óculos nerd lindo que está grande no meu rosto. Por mais que eu diga para meu namorado que é chique usar óculos grandes, ele diz que pareço uma coruja.

– Posso cortar meu cabelo mais curto, coisa que não fazia mais porque quando comecei o Vigilantes estava com cara de Trakinas.

– Aprendi o que me sacia e o que só me dá mais fome. Assim posso escolher o que comer sem passar fome. Mas às vezes me engano e fico furiosa por ter desperdiçado pontos (sushi, essa foi pra ti).

– Kit Kat, assim como Paul McCartney (desculpa aos fãs, mas me emociono mais com Luan Santana), não faz diferença na minha vida. Vi no Facebook que algumas pessoas fizeram estoque de Kit Kat, que chegou ontem à Porto Alegre. O chocolate é bom, mas aquela bolachinha no meio deve esconder um monte de pontos. Prefiro a rapadura de leite.

– Já contava pontos dos outros em buffets e agora conto todos os doces da pessoa que está na minha frente na fila do supermercado, principalmente os gordinhos que vão para o caixa abraçados em salgadinhos e chocolates. Não faço por mal, é uma espécie de exercício de convencimento (de que aquilo não me pertence). Algo me diz que daqui algum tempo estarei conversando sobre os Vigilantes com os gordinhos que encontro no Zaffari.

Agora que já passei da fase inicial, estou até pensando em fazer exercícios. A sorte é que a academia do edifício onde moro deve ficar pronta nos próximos dias. Além disso, estou combinando com umas amigas saradas um “Projeto Biquíni na Areia”, mas vou propor um nome melhor, mais mágico: “Projeto Biquíni Dourado – Brilhando na Areia”. Elas vão fazer dieta (não sei pra quê, mas dizem que precisam perder 3 quilos) e vamos nos exercitar. Vai ser engraçado porque eu sou a mais fora de forma e preguiçosa que existe, uma espécie de Garfield. Já vou me preparar para as dores musculares…